[vc_row][vc_column][vc_column_text]

O soluço é um espasmo muito desagradável que todo mundo já sentiu alguma vez na vida. Ele é causado pelo fechamento da glote (responsável pela passagem de ar para o pulmão) acompanhado de uma contração involuntária do diafragma, músculo que separa o tórax do abdômen. Apesar de parecer algo bastante complexo, o soluço costuma ser muito momentâneo: da mesma forma que vem, ele vai embora.

O soluço pode aparecer quando você come muito rápido, porque engole ar junto com a comida, ou quando enche o estômago demais e acaba irritando o diafragma. Normalmente, o soluço não causa problemas para a saúde e desaparece espontaneamente em alguns minutos.

Afinal, como se livrar do soluço?
  1. Respirar em um saco de papel durante alguns minutos
  2. Fazer gargarejos com água fria
  3. Prender a respiração pelo máximo de tempo que conseguir
  4. Deitar de bruços por um tempo, pois essa posição faz com que a respiração se torne mais intensa, forçando o diafragma a voltar a funcionar normalmente.
  5. Beber água de cabeça para baixo. Para isso, segure o copo com uma das mãos e coloque o outro braço atrás das costas, para relaxar a musculatura. Depois, coloque a boca na borda mais distante do copo, de maneira que o seu queixo fique dentro do copo. A seguir, incline o tronco para frente até conseguir beber a água.

Em geral, os soluços desaparecem espontaneamente em pouco tempo e não precisam de nenhum tipo de avaliação ou tratamento. Porém, soluços persistentes podem ser tratados com medicamentos, hipnose e acupuntura. Se não houver resultados, pode-se optar por uma cirurgia para bloquear o nervo frênico e implantar um marca-passo respiratório.

Se mesmo depois de realizar essas técnicas o soluço continuar por mais de 48 horas, procure um médico clínico geral ou médico de família para uma investigação das possíveis causas.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]